CANTIGAS DE FINGIMENTO XX

Minha presença incomoda
como estandartes vermelhos
gritando nos frágeis olhos
seus brasões de desespero:

Seus frisos ensolarados
e a fúria dos seus espelhos.

Se te dói na carne o brilho
de minhas pedras de sonho
se te dói sobre os ouvidos
o sol dos clarins revoando:

Mais sofrem meus estandartes
sem culpa te incomodando.

Autor: 
Ângelo Monteiro
Livro: 
Armorial de um Caçador de Nuvens

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.