Biobibliografia

1942 

Nasce em Penedo, estado de Alagoas, em 21 de junho de 1942, filho do cirurgião-dentista Tomé Rios Monteiro e de Maria de Lourdes Casado Monteiro, operária de uma indústria têxtil.

1947 

Com a morte de sua mãe, muda-se, com a família para Pernambuco, residindo em várias cidades do interior, principalmente Gravatá, onde faz os cursos primário e ginasial e se inicia na literatura.

1968 
Realiza o curso clássico em colégios recifenses.

1969 
Faz o vestibular para Filosofia, obtendo o primeiro lugar. Publica seu primeiro livro de poesia Proclamação do Verde no Recife, pela imprensa Universitária da UFPE.

1971/72 
Muda-se definitivamente para o Recife. Publica os livros de poesia Didática da Esfinge pela Imprensa da Universidade Católica e Armorial de um Caçador de Nuvens pela Imprensa Universitária da UFPE.

1972 
Através de concurso aberto pelo Dasp, entra como técnico de Comunicação Social no Departamento de Extensão Cultural da Reitoria da Universidade Federal de Pernambuco, onde mantém, como editor, numa coluna permanente - Arte & Tempo - em que debate problemas de Estética e Filosofia da Arte.

1975 
Publica, pelas Edições Quíron, de São Paulo, o livro de poemas O Inquisidor.

1976 
Começa a lecionar no Departamento de Filosofia do Centro de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Pernambuco.

1979 
Faz Concurso Público para Auxiliar de Ensino, na área de Filosofia Geral, onde obteve aprovação em primeiro lugar. Atualmente é professor Adjunto 1 de Estética no curso de Graduação e de Mestrado em Filosofia no departamento de Filosofia da UFPE.

1980 
Publica o livro O Ignorado pelas Edições Pirata, do Recife.

1982 
Defende a tese de mestrado em filosofia O Conhecimento do Poético em Jorge de Lima, obtendo aprovação com distinção, no Mestrado em filosofia da UFPE.

1983 
Publica, pela José Olympio editora/FUNDARPE, o livro de poemas O Rapto das Noites ou o Sol como Medida.

1986 
Publica, pelas Edições Bagaço, do Recife, o Tratado da Lavação da Burra ou Introdução à Transcendência Brasileira, ensaio de interpretação cultural do Brasil.

1990
Publica O Exílio de Babel (poesia) em edição da Secretaria de Turismo, Cultura e Esportes/FUNDARPE.

1992 
Publica As Armadilhas da Luz (poesia) pela Editora Universitária da Universidade Federal de Pernambuco.

1992 
Publica Recitação da Espera (poesia), reunião de seus três primeiros livros, pela Fundação de Cultura da Cidade do Recife - Prefeitura da Cidade do Recife.

1995 
Publica Poemas de Ângelo Monteiro pela FUNDARPE, Recife, Secretaria de Cultura, Governo do Estado de Pernambuco.

1999 
A Arte: Um Cavalo de Tróia (ensaio), Inédito.

2000 
Os Classificados e os Mortos (prosa), Inédito.

2001 
De Passagem (poesia), Inédito.

2001 
O Destino das Palavras (poesia), Inédito.

2002 
Os Olhos da Vigília (poesia), Edições Aríon - Lisboa - Portugal

2003 
O Conhecimento do Poético em Jorge de Lima, Edições Caliban / edUFAL

2004 
Escolha e Sobrevivência: Ensaios de Educacão Estética (inédito), Editora É Realizações - SP

2008 
Todas as Coisas têm Língua, Editora CEPE - PE

2011

Arte ou Desastre, É Realizações - São Paulo - SP

2012 
Outras Vozes, Editora Universitária - UFPE - PE