ELEGIA DA PAZ CELESTIAL

Deng Xiaoping Li Peng
em nome de um saudável comunismo
ensanguentam Tian Anmen.
Velhos bandidos burocratas
que cobram as balas das famílias
dos seus jovens fuzilados
(sobre a nuca, de joelhos)
ensanguentam Tian Anmen.
Os olhos jovens voltados
não para a democracia dos dólares
nem para as bandeiras de um ideal manchado
não mais contemplarão Tian Anmen.
A liberdade perdeu sangue
nos rostos contorcidos pelo espanto
dos esmagados sob os tanques
ao sol de Tian Anmen.
E a Ordem - com sua foice e seu martelo
tingidos da tinta de tantas bocas pisoteadas -
sepultou (para sempre?) sob as nuvens do terror
o sol viçoso de Tian Anmen.

Autor: 
Ângelo Monteiro
Livro: 
As Armadilhas da Luz

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.