PÁTRIA LONGE

Eu não saio do lugar, mas me acho em todas as galáxias.
Habito na galáxia mais desconhecida.
A clareira que me ronda dissolve-me os fantasmas.
A mulher que me vela é um candelabro vivo.

Imanto a rota de todas as partidas
mas não saio do lugar. (O meu país morreu).
Sempre renasço de todos os crepúsculos
porque sei da pátria longe onde nasci.

Autor: 
Ângelo Monteiro
Livro: 
As Armadilhas da Luz

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.