HINOS DA DESCOBERTA: HINO IX

Mantenhamos a inocência
Até que brilhe a luz mais alta sobre nós.

E se acenda, na aurora de outros lábios,
O que os nossos lábios, em sua curva,
Não souberam comportar.

E desperte, no esplendor de outros olhos,
O que perdemos, sem nos esquecer,
Ou o que nos foi perder.

Mantenhamos a inocência da sombra,
Que não sabe que a luz a acordará.
Mantenhamos a inocência da luz,
Que não sabe que a sombra fugirá.

Mantenhamos aceso o que nos une
E que a unidade toda seja luz.
Mantenhamos a Cruz, sentido dos contrários:
Pois nós somos a Cruz.

Autor: 
Ângelo Monteiro
Livro: 
O Exílio de Babel

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.