A WILLIAM BLAKE

Ó tu que renasceste dos olhos de um Tigre.
Semeador entre os homens da burla e do milagre.
Príncipe dos amantes tortuosos que a Vida
Torturou no prazer ou enredou na loucura
Por desprezarem a prudência - velha solteirona -
E chegarem pelo excesso à sua sabedoria.

Não há mais olhos para o enterro das fadas
Depois que retornaste ao país de Beulah.
Não há mais garras para acender o teu Tigre
Sobre a vida esgotada do seu próprio passar.
E pelo casamento do Céu e do Inferno
Operaste na Terra o milagre final.

Autor: 
Ângelo Monteiro
Livro: 
O Rapto das Noites ou o Sol como Medida

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.