A PALAVRA EXATA

Infalível como um número
O rei da tribo levanta
Como hóstia uma moeda.

E proclama à plebe uivante
Que ao ouvi-lo se prosterna:

"Só quatro palavras bastam
Aos que nosso globo arrastam.

Pois se acaso a língua é pouca
Bem maior é nossa boca.

Meu ancestral Salomão
Disse que a palavra exata
É uma maçã de ouro
Sobre uma salva de prata.

E eu sou a palavra exata."

Autor: 
Ângelo Monteiro
Livro: 
O Rapto das Noites ou o Sol como Medida

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.